Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Boneca de Cristal

A Boneca de Cristal

Dom | 03.12.17

💔💔💔💔💔💔

Acabei de saber que uma amiga perdeu o seu grande amor, marido, pai dos seus três filhos, num acidente. Sei o quanto ela o amava. De uma forma quase cega, possessiva, maternal, protetora. A morte vem buscar- nos sempre. Ninguém sabe quando. Se teremos 30 anos, ou 60. Ainda não sei lidar com a morte. Talvez nunca saiba. A minha morte ou inexistência diz me pouco, já a dos que amo , assusta- me. Sinto impotência. Custa-me assistir ao sofrimento alheio. Somos inúteis nesses momentos. Como sabem perdi um tio. Nunca recuperarei. Ouvi " pêsames, sentimentos, condolências" e nada amenizou. Apenas a presença de amigas. Os seus abraços sinceros que sofriam por me ver sofrer, choravam de tristeza por mim e não me largaram um segundo. Nascemos e morremos sozinhos. Deixar de existir é de uma violência enorme para quem cá fica. É muito bonito dizer que temos mais uma estrelinha a olhar por nós, mas, não nos consola minimamente. O meu lado céptico diz me apenas que acabou. E o fim, é de uma injustiça enorme. Perante tudo isto, percebemos como é idiota o tempo que dedicamos a coisas sem importância quando todos temos prazo de validade. E nenhum de nós sabe quando expira esse prazo. Vivam mais, dediquem- se a ser felizes.

1 comentário

Comentar post