Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Boneca de Cristal

A Boneca de Cristal

Qui | 14.09.17

Sonhos

 

Hoje, acordei com todos os sonhos de menina. Há tanto tempo que não era menina. Passamos uma vida inteira a tentar convencermo-nos de que o que importa é viver o momento, o instante; de que o que, de facto, conta é vivermos. Sem pensar no amanhã. Até porque nem sequer temos qualquer garantia que o amanhã vá existir. Ou que, pelo menos, vá existir da forma como o projetamos; como o idealizámos. Mas, hoje, acordei com todos os sonhos de menina. Sim. Os que ficam, muita vezes, para trás. Aqueles sonhos onde podem existir todos os planos do mundo. Onde quase sempre existe uma casa grande, um carro sempre sonhei ter um Renault talvez porque soubesse que, de Renault tinha um carro que me podia levar por esse mundo fora. Dentro e fora da estrada. Aqueles sonhos, onde quase sempre existe um jardim com uma cadeira de baloiço. E, claro, onde quase sempre existe um cão! Desconfio que todas as meninas sonham em ter um cão. Sonhei em casar, que a minha avó me visse vestida de noiva, em ter filhos.. Sonhei com casas grandes, com jardins verdes, com um cão feliz e contigo. Sim. Tu também fazias parte dos planos nos meus sonhos. E sabes uma coisa? Nos meus sonhos, onde tu fazias parte dos planos, a casa afinal não precisava de ser assim tão grande, consigo fazer caber toda a felicidade dentro de uma divisão apenas. Pequena até. Pensei no nosso quarto. E nesses meus sonhos, em que tu fazias parte dos planos, se não pudéssemos ir de carro pelo mundo fora, podíamos tirar os sapatos só para ter o prazer de sentir o mesmo mundo debaixo dos pés. Pisaríamos o mesmo chão e éramos tão felizes. Sem carro. E não havia pedacinho deste mundo que não houvéssemos percorrido. E quando os pés estivessem cansados, parávamos numa praia qualquer dizem que na praia o mundo tem um chão mais macio. E o cão? Oh, no fundo não precisava de ser um cão. Já pensaste, alguma vez, em ter uma tartaruga? Sei lá, podia ser uma tartaruga, mas também podia ser um esquilo. Não tinha de ser um cão, entendes? Porque, na verdade, todos os sonhos se ajustam. Todos os sonhos se redimensionam. Todos os sonhos continuam a ser sonhos desde que o propósito do que sonhamos nunca se altere. E qual propósito de sonhar se não for para ser feliz? E, hoje, nos meus sonhos de menina, onde tu fazias parte dos planos, eu era feliz. Sonhos , espero que um dia seja dia!